Simples Ana


 

para você...



Postado por: Simples Дหα às 12h23
| envie esta mensagem [link]



Nesta altura da vida já não sei mais quem sou… Vejam só que dilema!!!
Na ficha da loja sou CLIENTE, no restaurante FREGUÊS, quando alugo uma casa INQUILINO, na condução PASSAGEIRO, nos correios REMETENTE, no supermercado CONSUMIDOR.
Para a Receita Federal CONTRIBUINTE, se vendo algo importado CONTRABANDISTA. Se revendo algo, sou MUAMBEIRO, se o carnê tá com o prazo vencido INADIMPLENTE, se não pago imposto SONEGADOR. Para votar ELEITOR, mas em comícios MASSA , em viagens TURISTA , na rua caminhando PEDESTRE, se sou atropelado ACIDENTADO, no hospital PACIENTE. Nos jornais viro VÍTIMA, se compro um livro LEITOR, se ouço rádio OUVINTE. Para o Ibope ESPECTADOR, para apresentador de televisão TELESPECTADOR, no campo de futebol TORCEDOR.
Se sou botafoguense, SOFREDOR. Agora, já virei GALERA. (se trabalho na ANATEL, sou COLABORADOR ) e, quando morrer… uns dirão… FINADO, outros ….. DEFUNTO, para outros … EXTINTO, para o povão … PRESUNTO. Em certos círculos espiritualistas serei … DESENCARNADO, evangélicos dirão que fui … ARREBATADO.
E o pior de tudo é que para todo governante sou apenas um IMBECIL !!! E pensar que um dia já fui mais EU.

 

¬ Luiz Fernando Veríssimo ¬



Postado por: Simples Дหα às 11h49
| envie esta mensagem [link]



 

Os poetas não são azuis nem nada,
como pensam alguns supersticiosos,
nem sujeitos a ataques súbitos de levitação.


O de que eles mais gostam é estar em silêncio
um silêncio que subjaz a quaisquer escapes motorísticos
e declamatórios.


Um silêncio...


Este impoluível silêncio em que escrevo
e em que tu me lês.

 

¬ Mário Quintana ¬

 



Postado por: Simples Дหα às 11h30
| envie esta mensagem [link]



Ausência

 

Quero dizer-te uma coisa simples:
a tua ausência dói-me.
Refiro-me a essa dor que não magoa,
que se limita à alma; mas que não deixa,
por isso, de deixar alguns sinais
um peso nos olhos, no lugar da tua imagem,
e um vazio nas mãos, como se as tuas mãos lhes
tivessem roubado o tacto.
São estas as formasdo amor, podia dizer-te;
e acrescentar que as coisas simples também podem ser
complicadas, quando nos damos conta
da diferença entre o sonho e a realidade.
Porém, é o sonho que me traz a tua memória;
e a realidade aproxima-te de ti,
agora que os dias correm mais depressa,
e as palavras ficam presas numa refração de instantes,
quando a tua voz me chama de dentro de mim
e me faz responder-te uma coisa simples,
como dizer que a tua ausência me dói.

 

¬ Nuno Júdice ¬



Postado por: Simples Дหα às 11h00
| envie esta mensagem [link]



Um tão perto, tão longe

 


Oi, quer teclar?
Podemos tentar...
De onde você é? Quantos anos? O que faz? Do que gosta?
Nossa... quanta pergunta!
Tudo bem, eu exagerei, acho que lhe assustei.
E conversamos um dia, dois dias... um ano...
Um verão... um outono...
Eram poucas "horas" no começo...
depois viramos tudo pro avesso
Era de tarde... de noite... de madrugada,
Não tinha mais hora marcada.
Eu corria pro computador e quando não o encontrava...
Ai que dor!
Eu gostava das suas palavras...
Até daquela risada que eu não podia ouvir,
Mas que o meu coração podia sentir.
Oi... tava te esperando!!!
Oi amor... eu tava trabalhando.
Como o amor virtual... não tem igual
A gente diz tudo que pensa, tudo que precisa,
Tudo que é permitido e até o que é proibido.
Ele é bonito, ela é maravilhosa,
Ele é sensual, ela é gostosa.
Ele é inteligente, ela tem um jeitinho carente
Ele é alegre, ela é ciumenta, ele anima, ela movimenta.
Amor... eu tô com saudade
Eu também, tô até com vontade...
Era sexo virtual...
E era gostoso... virava uma história.
Era fantasia misturada com alegria
Mas também rolava amor...
E quando acabava, restava um gostinho de cumplicidade.
Tinha até o aconchego
E no outro dia, de novo,
Nos fazíamos companhia.
É, esse danado de amor virtual viciiiiia!
A gente fica dependente daquele carinho
Daquele ninho
Daquele amor eletrônico
Daquele carinho astronômico.
Oi Amor!
Oi meu bem...
Hummmm...O que você tem?
Tô sentindo uma tristezazinha...
Vontade de lhe tocar... de lhe ver e de lhe beijar...
E nessa hora era uma chateação.
Porque eu o tinha, mas ele não era meu,
Eu era dele, mas ele não me tinha...
Ô coisa complicada.
Era um amor virtual, mas era real...
Todo dia de manhã o meu sorriso se iluminava

 

E quando puxava meus mails
Nem queria saber de quem veio
Ia direto na listinha do correio
Procurando o seu e-mail...
Até que saltava aos meus olhos
Meu amor, hoje vou demorar a aparecer,
Tô no trabalho, pensando em você...
Daquelas palavras eu me alimentava
Eu as comia, eu as bebia, eu as sonhava.
O assunto não terminava
Mas se eu quisesse dava pra resumir
E em bem poucas palavras...
Eu te amo!
A gente tinha uma afinidade
Uma sintonia, um amor tão grande.
Uma eterna energia...
Fazíamos planos... vivíamos de sonhos.
Tinha hora que parecia
Que tudo ia ser verdade... que bobagem.

 

Um dia ele me falou:
Amor, tenho tanto medo que isso acabe
De você se afastar
De me fazer perceber que tudo acabou...
Eu respondi:
Não tem como, meu amor
Não vou me afastar... com isso pode contar.
Era tão bom saber que ele tinha essa preocupação,
Porque eu todo dia pensava:
Ai meu Deus, e se ele conhecer outra pessoa?
Como vou lidar com ausência?

 

Bonequinha, esse fim de semana vou viajar, uns amigos vou encontrar
Adoraria lhe levar!
Aí nesse fim de semana eu ficava amargurada
Até chorava...
Uma saudade, uma solidão
Um medo... uma insatisfação...
Navegava em sites de poesias
Fazia umas rimas e sofria.
Entrava em sites de horóscopos
Mapa astral, anjos e o escambal
Tudo pra ver se aquela nossa relação era normal.
E quando finalmente chegava segunda-feira
Eu esquecia toda aquela besteira.
Meu amorzinhoooooooooooo!!!!!
Que saudade... nem valeu a pena a viagem,
Longe de você é desse jeito...
Nada fica perfeito.

 

Aí nesse dia comecei a pensar...
Que coisa estranha...
Onde nessa história é o meu lugar?
Pois se vivemos sempre longe
Se nem nos conhecemos...
Por quê tanto sofremos?
Acho que ele pensou igual,
Começamos a nos afastar
Sem nada dizer
Sem nada reclamar
O para sempre
Acabou sendo uma ilusão que morreu...
Mas ainda hoje eu me lembro dele
Com saudade... com carinho e com amizade.
É , foi assim... ele passou por mim
E eu fui atrás... e foi bom demais.

 

E você? Já viveu isso? Ou não?
Fala a verdade... abre seu coração!

 

¬ desconheço autoria ¬

 



Postado por: Simples Дหα às 10h56
| envie esta mensagem [link]



.:: Blog...Simples Дหa ::.




.:: Sonhando você ::.


 


...hoje eu sonhei tuas mãos.. percorrendo minha pele, em suores e saliva tempestuoso e apressado... levando meu corpo ao delirio integral boca e língua não eram suficientes... usou truques e pecadores atrevimentos... hummm... vem??.


E eu busco tua boca, teu cheiro, tua pele... Busco na imensidão do vazio... Do desejo inconseqüente... Dos atropelos que a vida impõe...nos impõe... E você...simplesmente não vem...

Ana...

UOL


.:: Outros ::.








 


.:: Histórico ::.

10/05/2009 a 16/05/2009
03/05/2009 a 09/05/2009
26/04/2009 a 02/05/2009
19/04/2009 a 25/04/2009
01/03/2009 a 07/03/2009
22/02/2009 a 28/02/2009
15/02/2009 a 21/02/2009
08/02/2009 a 14/02/2009
01/02/2009 a 07/02/2009
25/01/2009 a 31/01/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
11/01/2009 a 17/01/2009
28/12/2008 a 03/01/2009
21/12/2008 a 27/12/2008
14/12/2008 a 20/12/2008
07/12/2008 a 13/12/2008
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
16/11/2008 a 22/11/2008
09/11/2008 a 15/11/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
19/10/2008 a 25/10/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
05/10/2008 a 11/10/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
21/09/2008 a 27/09/2008
14/09/2008 a 20/09/2008
07/09/2008 a 13/09/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
24/08/2008 a 30/08/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
20/07/2008 a 26/07/2008
13/07/2008 a 19/07/2008
06/07/2008 a 12/07/2008
29/06/2008 a 05/07/2008
22/06/2008 a 28/06/2008
15/06/2008 a 21/06/2008
08/06/2008 a 14/06/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
04/05/2008 a 10/05/2008
20/04/2008 a 26/04/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
02/03/2008 a 08/03/2008
10/02/2008 a 16/02/2008
27/01/2008 a 02/02/2008
06/01/2008 a 12/01/2008
30/12/2007 a 05/01/2008
09/12/2007 a 15/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
04/11/2007 a 10/11/2007



 


.:: Links de Poemas e Poesias ::.

Ana €!¡sa Poes¡as
Simplesmente Ana...
Parte de Mim
Olhando Estrelas
ð¡n
Teu Olhar no Meu...
Blog do Serelepe
Juliana Poesias
Blog de Pensamento Liberal
Pensamento Liberal


.:: Links de Músicas ::.

†Annihilator†






Prece Irlandesa

"Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente em suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos,
E, até que nos encontremos, de novo...
Que Deus lhe guarde nas palmas de tuas mãos!"


.:: Votação ::.

Dê uma nota para meu blog



.:: Link-me ::.




.:: Indicação ::.

Clique aqui para me indicar






.:: E-mail ::.

E-mail


Imagens, textos, poemas e poesias são copiados da Net, respeitando-se os autores... Se algum texto ou imagem estiver sem e você souber a autoria, escreva e serão creditados...
Obrigada...
Simples Дหα





Que importa se a distância estende entre nós léguas e léguas
Que importa se existe entre nós muitas montanhas?
O mesmo céu nos cobre
E a mesma terra Iiga nossos pés.
No céu e na terra é tua carne que palpita
Em tudo eu sinto o teu olhar se desdobrando
Na carícia violenta do teu beijo.
Que importa a distância e que importa a montanha
Se tu és a extensão da carne
Sempre presente?

Drumond



eu quero sentir o gosto dos seus lábios
e guardar o sabor desse sonho
eu quero mergulhar nos seus olhos
e beber cada gota desse olhar
eu quero sentir a sua pele
e tocar na sua alma
eu quero parar de escrever
e viver
...da...





Tu, somente tu
irás converter a neve
em dia azul
basta um olhar
e gelo pega fogo
meu estado é luz
num outro mundo
em todo lugar
eu me sentirei
infindo por te amar
a sensação
é de poder tudo
e ter amor
por todo mundo

Djavan